“Ninguém gostava dela. Cabeça baixa. Mãos nos bolsos. Para sempre. Amém.”
É lenta e quase não fala. Tem olhos hipnóticos, quase diabólicos. E a gente sente que ela não espera mais nada de nada nem de ninguém, que está absolutamente sozinha e numa altura tal que ninguém jamais conseguiria alcançá-la.

Caio Fernando Abreu (via re-amar-te)

Eu ando muito infeliz, este é um segredo que conto só para você: eu tenho achado, devagarinho, cá dentro de mim, em silêncio, escondido, que nem gosto mais muito de viver, sabia?

Caio Fernando Abreu. (via auroriar)

novamorada:

Calma lá

Sofro de carências exageradas, fome de amor.

Versear   (via renunciador)

Ás vezes a decepção é tanta, que começamos a culpar nós mesmos.

Gabriel Pizzo (via renunciador)

Depressão pós-nada: Nada te aconteceu, mas você fica deprimido mesmo assim.

Caio Augusto Leite. (via shakespearism)

Não sou perfeito, mas estou aqui, não estou? Olhe a sua volta… eu fiquei.

Allax Garcia. (via c-olecionador-de-decepcoes)

Se eu sinto falta do seu amor?
Como posso sentir falta se ele nunca existiu, nem sei que cara ele teria, nem sei que cheiro ele teria. Não existiu morte para o que nunca nasceu.

Tati Bernardi.  (via auroriar)

Você me trocaria até por um cigarro, e você não fuma.

Robin and Stubb.  (via semdesafinar)

Não sinto raiva, não sinto nada. Sinto saudade de vez em quando…quando penso que poderia ter sido diferente.

Caio Fernando Abreu     (via enoitecer)


@ acumulou